Serviços de delivery: o aumento da concorrência

Banco digital fecha pareceria com Delivery Center e passa a oferecer o serviço de entrega de refeições a seus clientes por meio de seu aplicativo.

Os serviços de delivery têm se mostrado uma ótima fonte de investimento. Sendo assim, grandes empresas tendem a aumentar sua cartela de serviços. Dessa forma, os clientes do Banco Inter vão passar a contar com um novo benefício. A partir de março, eles poderão encomendar refeições pelo aplicativo no banco e debitar diretamente de sua conta corrente ou do cartão de crédito. O banco firmou uma parceria com o Delivery Center e irá iniciar essa operação em Belo Horizonte.

A fintech oferecerá essa nova ferramenta por meio do Inter Shop. O marketplace do banco, que reúne ofertas de eletrônicos, passagens aéreas e outros serviços. De acordo com Rodrigo Gouveia, CEO do Inter Shop, “o cliente já está ‘logado’ no aplicativo e não precisa cadastrar um cartão ou preencher os dados para pedir o almoço ou um lanche.”. Dessa forma, o valor será pago de maneira automática da conta ou no cartão de crédito do cliente.

A ideia vai seguir outras categorias de produtos e serviços do banco. Será ofertado cashback para os serviços de delivery, tanto para refeições quanto para mercado. Os testes iniciais para início do serviço acontecerão para os clientes de Belo Horizonte. A capital mineira, foi escolhida pelo banco e, assim que o banco fizer os ajustes necessários será expandido para os demais clientes. Vale ressaltar que, atualmente o banco conta com mais de 9 milhões de usuários espalhados pelo Brasil.

A parceria Inter e Delivery Center

A parceria firmada entre as empresas para oferta desse novo serviço será operacional. Portanto, não haverá troca de capital ou opções para que isso ocorra no futuro. Além disso não haverá exclusividade de nenhuma parte. Saulo Brazil, cofundador e CEO da Delivery Center, afirma que a empresa não tem uma marca. Vale ressaltar que, a empresa foi fundada em 2016, com o objetivo de integrar lojas físicas e entregadores ao mundo do e-commerce.

“Sempre tivemos como premissa que haveria a pulverização das plataformas de marketplace, com as empresas capitalizadas. Nossa missão é dar a liberdade para os lojistas acessarem esses canais, e é o que estamos fazendo com o Inter”, diz Brazil. A empresa de serviços de delivery encontra vantagens nessa parceira. Uma vez que, a operação aumenta a rapidez e diminui os atritos no processo de compra. Além disso, ela evita fraudes na hora do pagamento.

O Banco Inter, por sua vez, vinha colocando em prática sua estratégia de estar presente em todo o ciclo de vida dos consumidores. Dessa forma, eles oferecem produtos além do âmbito financeiro. Sendo assim, essa nova linha de negócio dá seguimento a essa tática. “O que o banco quer é a recorrência, é um dos seus principais ativos. E nada melhor para gerar recorrência do que alimentação”, afirma Brazil.

Serviços de delivery: mais um produto do Inter Shop

O Inter Shop é uma plataforma de compras online do Banco Inter. Ela reúne mais de 140 lojas parceiras como Americanas, Submarino, Amazon e Magazine Luiza. Sendo assim, com ela, é possível fazer compras tanto pelo aplicativo do banco como pelo desktop. Dessa forma, a empresa atende clientes e não clientes da instituição. Para qualquer usuário é aplicado o serviço de cashback.

O Cashback, também conhecido como dinheiro de volta, é uma prática que se tornou bem popular nos últimos anos. Ela consiste em devolver uma porcentagem do valor da compra para o cliente. Sendo assim, ele pode ser revertido em crédito em sites parceiros ou em dinheiro debitado em conta. No Banco Inter o cliente tem direito ao cashback fazendo compras pelo Inter Shop, utilizando o cartão de crédito, realizando investimentos e agora pelo novo sistema de serviços de delivery.

O Banco Inter devolveu cerca de R$ 50 milhões em cashback, aos seus clientes desde seu lançamento, em novembro de 2019. Dessa forma, o marketplace, encerrou o ano de 2020 com um volume de vendas de R$ 1,2 bilhão registrados. Além disso, no último trimestre de 2020, o Inter Shop cresceu 68% em relação ao período entre julho e setembro e movimentou R$ 632,4 milhões.

As entregas e a pandemia

O Banco Inter decidiu investir nos serviços de delivery para ter mais movimentação de seus clientes e expandir seu mercado. Além disso, ele considerou que o usuário brasileiro dos diversos aplicativos de entrega, faz em média de sete a oito pedidos de alimentação por mês. É uma recorrência que só perde para o uso de mídias sociais, pagamentos e serviços de transporte urbano.

A crise sanitária acompanhada da crise econômica em decorrência do novo corona vírus ajudou a alavancar esse serviço de entregas. E o fato despertou o interesse no mercado, como também foi o caso do Banco Inter. Vale ressaltar que, os gastos com delivery cresceram 149% no último ano, segundo a Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, que analisou as despesas dos usuários.

A pandemia de covid 19 alterou muito o cenário brasileiro. Dessa forma, há um grande fluxo de recém-desempregados à procura de trabalho, diversas pessoas em casa pedindo refeições e restaurantes dependentes das entregas de comida para viagem. A oportunidade encontrada nos serviços de delivery é vantajosa tanto para grandes empresas quanto para o trabalhador. Uma vez que ele encontrou seu sustento nessa nova configuração do mercado.

E você, tem o hábito de utilizar delivery? A novidade do Banco Inter promete conquistar até aqueles que não são seus clientes. Vale a pena conhecer o serviço e verificar se seu sistema de cashback será mais vantajoso que os cupons de desconto ofertados pela concorrência.