O que é renda fixa? Vale a pena investir? Saiba mais!

Já se deparou com artigos sobre investimentos falando de renda fixa e ficou perdido? Pois hoje te ajudamos a entender um pouco mais sobre isso!
Investimentos
Renda Fixa

Se você já se interessou ou pesquisou algo sobre investimentos, há grandes chances de já ter se deparado com os conceitos de renda fixa e renda variável. Isso acontece porque estas são modalidades recorrentes no mundo dos investimentos e para começar nesse segmento, é fundamental saber como funcionam e como trabalhar com elas.

Investimentos
Tesouro Direto

Pensando nisso, elaboramos este artigo especial sobre renda fixa, no qual você poderá entender muito mais sobre o assunto. Desta forma, será possível começar seus estudos sobre investimentos e se preparar para começar os seus próprios. Ademais, vale ressaltar que este artigo irá cobrir o básico do assunto, mas que é suficiente para ter uma boa noção.

Portanto, nossa recomendação é que você preste bastante atenção na leitura e não se distraia. Ainda que não seja um assunto complicado, é importante se concentrar para saber diferenciar corretamente e compreender o funcionamento da renda fixa. Já é válido afirmar que você irá aprender os prós e contras desta modalidade de investimento. Vamos lá?

O que é?

Antes de começar a diferenciar renda fixa e renda variável, é crucial entendermos exatamente como funciona a renda fixa. Depois disso, você estará apto a compreender o funcionamento e diferenciá-la das demais. Isso porque esta é uma das mais procuradas e demandadas por investidores, principalmente, iniciantes.

Desde já, é fundamental saber que renda fixa é um dos investimentos mais seguros e estáveis do mercado financeiro. Assim, torna-se também uma das mais procuradas por investidores iniciantes ou pessoas leigas que querem começar a investir. Se a pessoa não tiver muito dinheiro ou uma reserva de emergência, este tipo de renda é a mais indicada a investir, por exemplo.

O que é considerado renda fixa?

Nesse sentido, este tipo de investimento tem o nome de renda fixa porque conta com uma rentabilidade bastante previsível e fixada. Ou seja, pode ser firmada em um percentual por mês ou algum índice como CDI, inflação, Selic e etc. Sendo assim, há uma maior estabilidade nas flutuações deste tipo de investimento. Lembrando que a mais comum de se fixar neste tipo de renda é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário). 

Desta forma, a renda fixa se coloca como uma das modalidades de investimento mais comuns no Brasil e no mundo. Inclusive, dentro dela, você pode considerar: poupança, CDB (Certificado de Depósito Bancário), Tesouro Direto, LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), Letra de Câmbio, CRI (Certificado de Recebíveis do Agronegócio) e CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio).

Como funciona?

Além de saber o que é, é essencial conhecer todo o funcionamento dos investimentos de renda fixa. Pensando nisso, esta parte do nosso artigo irá te explicar como ele ocorre. Bom, este tipo de investimento funciona quase como um empréstimo seu para o emissor do título. Ou seja, é você emprestando seu dinheiro para coletá-lo mais tarde com juros preestabelecidos.

Assim, quando você o recebe de volta, há uma certa rentabilidade que já havia sido definida, visto que se trata de um investimento de renda fixa. Inclusive, os nomes de opções que citamos anteriormente existem porque a quantia emprestada será utilizada para financiar projetos, dívidas ou outros programas das áreas de agronegócio ou imobiliária, por exemplo.

Vantagens da renda fixa

Seja como for, a modalidade de investimento em renda fixa tem suas vantagens e é imprescindível citá-las neste artigo. Um dos benefícios mais citados por profissionais da áreas e estudiosos do assunto é que esta opção proporciona muita segurança aos seus investidores. Isso porque além de terem rendimento preestabelecido na compra, também conta com garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para até 250 mil reais.

Renda fixa
Renda Fixa

Além disso, a rentabilidade é uma vantagens aparente, dado que é estável, fixa e recorrente, chegando a ser ideal para quem quer formar patrimônio e viver disso. Entre outras vantagens, você também pode considerar a liquidez diária, diversificação, acessibilidade, facilidade em entender e conseguir investir e etc.

Desvantagens

Como tudo na vida, a renda fixa também conta com algumas desvantagens e para compreender todo o cenário, é fundamental ter ciência delas. Entre as desvantagens, citamos a carência, visto que muitos investimentos destes tem um prazo de retirada. Ou seja, você fica impossibilitada de resgatar seu dinheiro antes da data estipulada.

Outro ponto inconveniente são as taxas que podem vir junto com o investimento em renda fixa, como: imposto de renda e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que decaem sobre o Tesouro Direto. Além disso, também há possíveis taxas de custódia que podem incidir sobre os rendimentos do seu investimento. 

Agora que você já entendeu mais sobre renda fixa, que tal continuar navegando em nosso site para conhecer outras modalidades e possibilidades de investimento? Aqui, disponibilizamos muitos artigos sobre este tema, além de empréstimos e até resenhas sobre centenas de cartões de crédito disponíveis no mercado.