O que é Pix? Entenda de forma fácil e rápida!

Pix, você sabe o que é? Veja nosso artigo que vamos te explicar o que é e para que serve!
PIX
PIX

Você provavelmente já conhece os sistemas de pagamento TED e DOC, certo? Então, vai ser fácil de entender! O Pix é um sistema de pagamentos, mas é brasileiro e instantâneo e chegou para tentar substituir os dois primeiros citados. Este sistema de pagamento é uma novidade e é tida como uma inovação do sistema financeiro. Veio para facilitar a vida dos usuários de transferências bancárias.

O diferencial do Pix é que oferece uma plataforma de transferências que funciona o tempo todo. Exatamente, 7 dias por semana e 24 horas por dia. Ou seja, a transferência é recebida na mesma hora em que é efetuada, facilitando muito quem costuma usar esse tipo de transação e impedindo a demora das transferências. Então, vem conhecer mais sobre essa nova facilidade.

O sistema começou a funcionar para todos a partir de hoje (16 de novembro), mas esteve em teste desde o começo do ano pelo Banco Central. Vale ressaltar a altíssima liquidez dessa transferência, debitado e creditado na mesma hora da transação. Então, se você quer saber exatamente como funciona, basta continuar lendo nosso artigo porque vamos explicar tudo o que você precisa fazer.

O que é Pix?

Para ajudar você a entender exatamente o que é Pix, vamos apresentar uma breve explicação a fim de facilitar o entendimento do funcionamento da plataforma. O Pix é um sistema digital de transferências de dinheiro que trabalha sob gerência do Banco Central e seu objetivo é substituir TED e DOC.

Visto que estas são transferências mais lentas que demoram para ser creditadas. Então, o Pix surgiu como uma ferramenta inovadora para permitir que as transferências sejam feitas de forma instantânea com alta liquidez, ou seja, dinheiro disponível na hora que quiser e precisar.

Além disso, este sistema pode ser feito através de aplicativos, ou seja, facilmente realizado na palma da sua mão pelo seu celular. O Pix serve para ser o mediador entre quem paga e quem recebe, independentemente se são pessoas físicas ou jurídicas, assim como funcionam as transferências disponíveis na atualidade. Para seu melhor entendimento, podemos pensar no Pix como um TED que é disponibilizado a qualquer momento do dia. Ou seja, o dinheiro é recebido na mesma hora em que é realizado.

Como o Pix funciona?

Agora que já entendemos o que é Pix propriamente, é importante compreender o funcionamento deste sistema de pagamentos instantâneo. Segundo o Banco Central, você não precisa instalar nenhum aplicativo específico para poder usar o Pix, ou seja, os bancos e instituições financeiras que disponibilizam transferências já terão esse serviço integrado às suas plataformas.

Então, se você tem interesse neste tipo de transferência instantânea, ficará feliz em saber que o Pix será mais uma possibilidade junto com TED e DOC em transferir através de caixa eletrônico ou na internet. Mas, o Pix tem outra facilidade que não havia sido vista antes: você não precisa informar número de agência e conta-corrente.

Pix
Fonte: Imagem/Reprodução: Internet.

Com esta nova plataforma de transferência monetária você só precisa saber: CPF, CNPJ, e-mail ou número de celular. Exatamente, é fácil assim! Este dado da pessoa será a chave Pix. Mas, vale entender que qualquer pessoa que for usuária do Pix pode ter um QR Code especialmente para ela. Com esta praticidade, receber dinheiro se tornou muito fácil, podendo ser feito até por meio de aproximação.

Desde outubro já é possível se cadastrar no Pix em todos os bancos e instituições financeiras que realizam transferências. Para se cadastrar, basta se informar no banco que você já tenha conta. Lembrando que até mesmo corretoras de criptomoedas têm o Pix, visto que também realizam transações monetárias. Então, aparentemente, é uma ótima opção.

Benefícios

Para os pagadores, a transação é realizada e finalizada com maior velocidade e segurança. Além disso, também há um aumento significativo na praticidade nos pagamentos, já que pode ser utilizado simplesmente com o CPF do recebedor, número do celular ou até mesmo através QR Code. Podemos citar que um dos benefícios é como o processo se tornou mais simples de ser realizado, basta um dispositivo digital, não precisa de cartão de crédito e débito, nem cheques..

Por sua vez, os recebedores têm também uma série de benefícios. O custo de aceitação é menor do que através de outros meios eletrônicos, os recursos recebidos são disponibilizados de forma imediata, reduzindo a necessidade de crédito em si. Ademais, há uma enorme facilidade de automatização e conciliação de pagamento, tornando mais rápido e seguro.

Sem contar também na facilidade e rapidez de checkout, ou seja, não precisa passar por um caixa eletrônico. Agora, falando no ecossistema todo desse sistema de pagamentos, podemos afirmar que o Pix possibilita a eletronização dos meios de pagamento, promovendo a redução de cédulas físicas. Há também maior concorrência entre esses sistemas de pagamentos, tendendo a aumentar a possibilidade de gerar mais qualidade e menor custo.

Podemos indicar também que a inclusão financeira tem a possibilidade de acontecer com mais frequência e é um ambiente mais seguro. Se você gostou deste artigo e conseguiu entender um pouco sobre o Pix, acompanhe nosso site porque sempre temos novidades e muitas informações do mundo financeiro. Além disso tudo, você terá acesso a muitas resenhas e detalhamentos de diversos serviços e cartões de crédito. Não fique por fora das novidades e navegue em nosso site à vontade!