Descubra os maiores erros nas finanças pessoais

Aprender a gerenciar seu dinheiro é um dos grandes pilares da educação financeira. Por isso, é importante aprender os maiores erros nas finanças pessoais!
Close-up image of business partners working with financial documents

Na hora de gerenciar seu dinheiro, além de aprender o que fazer, você também precisa saber o que não fazer. Por isso a educação financeira é tão importante. Então, neste artigo vamos te mostrar os maiores erros nas finanças pessoais que você pode cometer. Portanto, se você quer saber um pouco mais sobre eles, e como se prevenir para que eles não aconteçam.

Descubra quais os maiores erros nas finanças pessoais:

Quando você começa a pensar em como gerencia seu dinheiro, alguns erros nas finanças pessoais são mais comuns. Dessa maneira, é importante saber quais são e evitar de cometer para não prejudicar a saúde financeira. Então, para você aprender o que não fazer com seu dinheiro, separamos os principais erros nas finanças pessoais que você pode cometer:

Falta de organização e planejamento financeiro

Esse é um dos clássicos dos erros nas finanças pessoais, que a maioria das pessoas comete. Saber o que você ganha e o que gasta, é muito importante para conseguir um bom gerenciamento financeiro. Por isso, de maneira alguma você pode deixar que as contas cheguem e vão sem controle. Papel e caneta na mão, e organize bem suas finanças pessoais.

Usar a impulsividade na hora de fazer as compras

Outro grande erro nas finanças pessoais é comprar produtos por impulso. Dessa maneira, quando agimos mais com o lado emocional do que racional, não calculamos o quanto essa despesa vai representar em nosso orçamento. Assim, pode levar ao acúmulo de dívidas que não conseguiremos pagar e assim juros sobre os débitos.

Incluir o limite do cartão de crédito na sua renda

Quando você considera o limite do seu cartão de crédito como parte da renda, é um dos erros nas finanças pessoais. O limite do seu cartão deve ser usado de maneira emergencial, e nunca para composição dos rendimentos. Quando você se ilude com o limite que tem, e acha que é um dinheiro na mão, compromete uma parte do orçamento com uma renda que não existe. O resultado? No mês seguinte você vai precisar cobrir essa renda que não existe com uma parte do orçamento real.

Assumir parcelas sem avaliar as condições financeiras

Toda vez que você for assumir uma parcela de qualquer compra, cuidado com os erros nas finanças pessoais. Você não pode se comprometer com um valor antes de saber se realmente vai ter a quantia para pagar. Principalmente se forem longos prazos de pagamento, é importante ter cuidado com a quantia. Afinal e contas, a vida é cheia de imprevistos, e precisamos nos prevenir da maior quantidade de variáveis possível.

Não criar um fundo de reserva, um dos maiores erros nas finanças

Imprevistos acontecem com todo mundo, não é? Por isso, é um dos maiores erros nas finanças pessoais não considerar uma doença, um óculos novo, ou mesmo uma ida ao veterinário do seu cãozinho. Dessa maneira, o seu dinheiro no final do mês também deve contar para fazer um fundo de reserva para as emergências pessoais. Caso você ainda não tenha um, é melhor começar já a planejar o seu.

Não planejar o futuro

erros-nas-finanças-pessoais
Fonte: Imagem/Reprodução: Internet.

Quando se trata de economia doméstica, é sempre importante pensar no futuro e investir nisso. Não dá para sair gastando o dinheiro hoje sem considerar o amanhã, principalmente a velhice. Por isso, é um erro nas finanças pessoais deixar de guardar um dinheiro ou investir na aposentadoria ou planos futuros.

Pagar juros por atrasar as contas

Um dos erros nas finanças mais comuns é pagar as contas com atraso e perder dinheiro com juros. Antes de você esperar o último minuto para pagar suas contas, lembre sempre que o valor do boleto é o produto ou serviço que você comprou. Porém, o juros é um valor que não tem nenhum tipo de retorno. Você não ganha nada pagando as contas com atraso, e ainda perde o valor da tarifa e multa.

Como eu posso me prevenir dos erros nas finanças pessoais?

Falando de uma maneira geral: organização, disciplina e bom senso são fundamentais na hora de evitar os erros nas finanças pessoais. Por isso, você sempre deve se perguntar se o que está fazendo com seu dinheiro é de bom tom ou não. Por exemplo, se você pensa em pedir uma pizza pela terceira vez na semana, considere seu orçamento e veja se é realmente necessário. Dessa maneira, você consegue evitar os gastos aleatórios e se controlar para economizar.

Além disso, você precisa sempre manter uma vida financeira organizada e dentro do seu padrão de vida real. Não adianta ganhar um salário e viver com um padrão de vida três vezes maior. O resultado pode ser catastrófico para sua saúde financeira, e você só vai ter mais problemas. Então, use a organização, disciplina e bom senso sempre que o assunto for suas finanças pessoais.

E caso você tenha curtido o tema e queira saber um pouco mais sobre o que não fazer com seu dinheiro, temos outros artigos aqui no blog. Por isso, você pode ler sobre outras dicas de educação financeira e se inteirar um pouco mais sobre como melhorar sua saúde financeira. Então, sempre vale a pena aprender sobre como usar seu dinheiro de maneira positiva e evitar o stress das contas acumuladas.